Logon

Busca de
Desaparecidos

Nome

Desenvolvido e mantido por

Ajude a manter
esse trabalho vivo!

Para ser um voluntário entre em contato.
113337 3331   FaleConosco@MaesdaSe.org.br

BRADESCO
Agência 3003
Conta Corrente
144908-7

ITAÚ
Agência 2960
Conta Corrente
16541-9

teste

Nas Redes

    Últimos Registros

    MÃES DA SÉ
    NA MÍDIA

    IG
    Brasileiros criam capinhas de celular para encontrar crianças desaparecidas

    ​​​​Em prol da ONG Mães da Sé, Ben, 24, e Marcos, 26, enfrentaram a recusa de agências e pagaram do bolso o The Selfind Project, que teve adesão de famosos como Preta Gil e Angélica

    Em uma época em que todo mundo quer tirar a sua selfie no espelho e postar no Instagram, Ben Araujo, 24, e Marcos Müller, 26, viram neste narcisismo uma chance de ajudar os outros. Sem a ajuda de qualquer agência de publicidade, os dois criativos fizeram o The Selfind Project, uma espécie de versão moderna das caixinhas de leite com fotos de pessoas desaparecidas. Em vez dos vasilhames de papel, a parte de trás das capinhas de smartphones se tornaram plataforma para disseminar o rosto de crianças perdidas. Lançada no Dia das Mães, a ação feita como trabalho solidário para a ONG Mães da Sé engajou celebridades brasileiras como Preta Gil, Fernanda Lima e Angélica, e ganha uma segunda fase neste mês. “Quando você divulga a imagem de uma criança, você aumenta muito a chance de ela ser encontrada. Quando descobrimos isto, nós ficamos mais motivado”, fala Ben em entrevista ao iG​

    No dia 11 de maio, famosos postaram fotos no espelho usando, no celular, a imagem de uma criança desaparecida, junto com os dados e o contato da organização não governamental, pedindo informações sobre o paradeiro dessas pessoas. A ação atraiu mais de 17 milhões de seguidores para o perfil da organização em menos de 10 horas. “Foram cerca de 10 milhões de pessoas impactadas”, conta o criativo. Além disso, as selfies receberam aproximadamente 480 mil curtidas e mais de 15 mil compartilhamentos.​

    A segunda fase é marcada pela abertura de uma loja virtual onde qualquer um pode comprar, por R$ 25, uma capinha e ajudar a divulgar o rosto de uma criança perdida. “A gente recebeu muito feedback, muita gente querendo participar também”, conta Ben. E o The Selfind Project também ganhou uma aliada importante: a apresentadora Cris Flores. “Enquanto estávamos montando esta nova parte, ela nos ligou dizendo que gostaria de estar no projeto, foi quando oferecemos a ela o posto de embaixadora”, afirma o publicitário. Mas, até se tornar um sucesso, a ideia passou por poucas e boas.​​

    No fim do ano passado, Ben e Marcos estudavam juntos em uma escola de criativos quando o dicionário Oxford apontou “selfie” como a palavra de 2013. Eles perceberam que, junto com o sucesso do Instagram, esta mania tinha muito potencial midiático. “Via que as pessoas usavam capinhas de marcas sem pretensão nenhuma, mas acabavam fazendo propaganda. Foi quando começamos a juntar as coisas”, explica o jovem, se referindo aos auto-retratos feitos em espelhos. “A gente decidiu adquirir este espaço para fazer algo legal”.​
    Exame
    Mães da Sé distribuem figurinhas de crianças desaparecidas

    ​​​​​​Completar o álbum de figurinhas da Co​pa​ para mostrar às futuras gerações tem sido a motivação de muitos torcedores, que se reúnem em diversos pontos das cidades com o objetivo de trocar os cromos repetidos e buscar as que faltam.

    Com base nessa mania nacional, que atrai crianças e adultos, uma agência de publicidade apostou em uma campanha bastante interessante.

    A agência NewStyle se uniu à causa da Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), popularmente conhecida como “Mães da Sé”, para conscientizar a sociedade de que existem figurinhas muito importantes que estão faltando nos álbuns de algumas famílias.

    Para chamar a atenção das famílias brasileiras, em pontos movimentados da capital paulista, foram distribuídos milhares de envelopes de figurinhas com as fotos de crianças, adolescentes e adultos.

    Ao abrirem os envelopes, que continham cinco cromos, as pessoas eram convidadas a colar ou divulgar as figurinhas em locais de visibilidade e nas suas redes sociais para que o maior número de pessoas possa reconhecer ou dar informações sobre o paradeiro desses desaparecidos.

    O objetivo da ação é ampliar o alcance do trabalho incessante que vem sendo realizado pela associação para levar esperança e apoiar os familiares daqueles que nunca mais retornaram para suas casas.
    Veja mais reportagens

    REENCONTROS

    Nosso trabalho está focado no apoio às famílias, na sua luta na procura de seus entes desaparecidos.

    Nossa força vem da esperança em que essas pessoas possam ser reencontradas, dando a essas histórias o fim que todos desejam.

    Conheça mais o que fazemos, e ajude-nos nessa causa.

    Projeto de lei

    Projeto de lei de iniciativa popular pela pessoa desaparecida no brasil. Participe!

    Seja um voluntário

    ABCDInteressado em desenvolver um trabalho voluntário com a Mães da Sé? Ligue para 3337-3331.​​

    ​​

    NOTÍCIAS

    ‘Mães da Sé’ se unem a Motoboys em ação para divulgar fotos de desaparecidos

    ​​ONG pega carona na garupa de milhares de motos que circulam diariamente na capital paulistana, para divulgar as fotos de pessoas desaparecidas.

    São Pa​ulo​​, agosto de 201​4 – Atualmente circulam diariamente pelas ruas da metrópole aproximadamente 1 mi de motos. Isso se deve ao fato de que o transporte sobre duas rodas entre outros benefícios, é mais rápido e, consegue driblar o trânsito cada vez mais caótico. 

    De olho nesses números a empresa Itaim Express, especializada em motofrete, uniu-se a Associação de Busca e Defesa a Criança Desaparecida (ABCD), conhecida popularmente com Mães da Sé, para realizar uma campanha de divulgação e mobilização. Batizada de Motoboy do Bem, a ação tem chamado a atenção de toda a população para a problemática do desaparecimento de pessoas, que só no Estado de São Paulo, atinge 23 mil pessoas por ano.

    A Itaim Express adesivou todos os baús da sua frota de motos com quatro fotos de pessoas desaparecidas. A ideia é que as fotos circulem por toda a capital, Grande São Paulo e, ainda na Baixada, para que todos possam ver e ajudar a encontrar uma das pessoas cujo rosto está estampado na foto adesivada no baú das motos.

    A fundadora e presidente da ABCD, Ivanise Esperidião, ao falar sobre a campanha, enfatiza a importância da divulgação para o sucesso na busca por um desaparecido e finaliza: "quanto maior for à divulgação, maior será a chance de nós encontrarmos uma pessoa que está desaparecida e, nesse sentindo, toda ajuda é sempre bem vinda".

    ...
    A figurinha que faltava chegou

    A apenas uma semana do inicio da Copa do Mundo a ONG "Mães da Sé" chama a atenção para a problemática do desaparecimento de pessoas

    São Paulo, junho de 2014 ─ Nas Ruas, nos Parques, nos Shoppings, ou onde quer que se vá é possível observar uma prática muito comum no mês do Mundial da FIFA, a troca de figurinhas. Essa prática tem reunido inúmeros colecionadores que estão à procura das figurinhas que falta para completar os álbuns da Copa.

    Atentos a esse costume dos brasileiros a Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), popularmente conhecida como "Mães da Sé" em parceria com a agência de publicidade NewStyle, propuseram algo diferente: distribuíram em alguns pontos da cidade como, na Avenida Paulista, Rua Augusta e Praça da Sé, figurinhas de pessoas desaparecidas. 

    O objetivo é despertar a atenção da sociedade para a problemática do desaparecimento de pessoas no país, uma realidade que segundo a ONG atinge cerca de 200 mil famílias por ano no Brasil. Todos os envelopes continham cinco cromos, ao abrirem as pessoas foram convidadas por meio de uma mensagem a colar ou divulgar as figurinhas em locais de visibilidade pública e nas suas redes sociais, para que dessa forma um maior número de pessoas possa reconhecer ou dar informações sobre o paradeiro desses desaparecidos.

    Para a presidente da associação, Ivanise Esperidião, "essa é uma oportunidade para mostrarmos o nosso incansável trabalho na busca pelos nossos entes, e se conseguirmos encontrarmos uma única pessoa com essa campanha, já valeu apena".

     
    Confira mais informações da ação em www.figurinhasdesaparecidas.com.br  

    ...
    Um Selfie por uma criança desaparecida

    ​A campanha publicitária The Selfind Project foi criada em comemoração ao Dia das Mães, assinada por dois jovens criativos publicitários, Ben Araujo e Marcos Muller

    São Paulo, maio de 2014 ─ A campanha conta com a participação de inúmeras celebridades, como Preta Gil; Angélica; Sabrina Sato e Fernanda Lima, entre outras. É uma ideia simples, porém bem elaborada, criada pelos dois jovens publicitários, Bem Araujo e Marcos Muller em parceria com a Associação Brasileira de Busca e Defesa a Crianças Desaparecidas (ABCD), popularmente chamadas de "Mães da Sé".  

    A campanha batizada de The Selfind Project consiste em "capinhas" para celulares projetadas com fotos de crianças desaparecidas e devidamente cadastradas no banco de dados da associação. Os artistas por sua vez, ficaram encarregados de fazer o selfie (modalidade de auto-fotógrafia) e publicar na rede social instagram.

    Pensada a principio apenas para o Dia das Mães, a campanha fez tanto sucesso que foi prolongada.

    Mais informações em: http://selfind.combr/#/
    ...
    Veja mais notícias

    Localizados

    Lucas Matheus

    Tiago Liberato Dias

    11 3337 3331
    MaesdaSe@Globo.com

    Horário de atendimento
    das 10h as 17h - 2ª a 6ª

    Apoios

     

    Rua São Bento, 370 - 9º andar - Conjunto 91 - Sala 02
    CEP 01010-001 - Centro - SP

    Mães da Sé © Todos os Direitos Reservados - 2014